Tecnologia EM™ na Agricultura

“Um sistema agrícola ideal é sustentável quando mantém e melhora a saúde humana, beneficia aos produtores e consumidores tanto economicamente como espiritualmente, protege o meio ambiente e produz suficiente comida para uma crescente população mundial”. Dr. Teruo Higa

1.1

O EM•1® tem uma ampla gama de aplicações na agricultura que vai desde o condicionamento do solo, o beneficiamento da produção até o aproveitamento final dos resíduos oriundos da industrialização. O uso da Tecnologia EM™ é simples e totalmente adaptável às condições existentes nos atuais sistemas de produção agrícola.

Veja a seguir como usar o EM•1® e os benefícios que lhe pode brindar.

aggg

CONDICIONAMENTO E MELHORAMENTO DE SOLOS

O EM•1® poderá ser usado para melhorar as condições físico-químicas e biológicas do solo, ao passo que ajuda a acelerar a decomposição natural dos resíduos orgânicos deixados no campo após a colheita.

Modo de usar e considerações

•    20 a 40L por ha, realizando de 4 a 8 aplicações anuais.

Para um melhor e rápido resultado, pode-se realizar o seguinte esquema de aplicações e dosagens:
•    1º ano – 40 L por ha, realizando 8 aplicações por ano
•    2º ano – 30 L por ha, realizando 6 aplicações por ano
•    3º ano em diante – 20 L por ha realizando 4 aplicações por ano.
*Se houver um sistema de irrigação, não há custo de aplicação pois o EM•1®-Ativado pode ser aplicado através do sistema, diluindo diretamente no tanque de captação ou dosando no sistema venturi.

É importante considerar que o EM™ precisa de Matéria Orgânica para funcionar adequadamente, é por isto que em solos com percentagens inferiores a 1,5% de Matéria Orgânica não se recomenda seu uso.

Benefícios

•    Acelera a decomposição natural dos resíduos de colheita deixados no campo.

•    Promove a formação de agregado no solo e aumenta a resistência contra compactação.

•    Estimula o crescimento das raízes, melhorando a capacidade de absorção de água e nutrientes.

•    Aumenta a viabilidade e disponibilidade dos nutrientes do solo e das fertilizações.

•    Melhora a qualidade da produção: tamanho, cor e resistência.

•    Ajuda a melhorar a estrutura do solo e porosidade.

•    Maximiza a conversão de matéria orgânica em húmus.

•    Aumenta a produção natural de húmus e favorece a produção de substâncias orgânicas benéficas promotoras de crescimento, melhorando a nutrição das plantas pela solubilização do fósforo e potássio.

•    Aumenta a população de microorganismos benéficos do solo, ajudando a suprimir os microorganismos que causam doenças, ajudando ainda a reduzir os nematóides. Conseqüentemente diminui o uso de fungicidas e nematicidas.

•    Ajuda a limpar os tubos e aspersores do sistema de irrigação.

DTWjhEcXcAcv0EC

SEMENTEIRAS, TRANSPLANTE E PLANTIO DIRETO

O EM•1® pode ser utilizado nas primeiras etapas do estabelecimento de qualquer cultivo, já seja desde o estabelecimento das sementeiras, no transplante ou até no plantio direto.

O objetivo de usar o EM•1® na propagação (sexual o assexual), no transplante de plântulas (raiz nua ou com substrato) é gerar uma proteção do material para que quando entre em contato com o solo ou substrato, se minimize a aparição de doenças relacionadas com este processo. De igual forma, o uso do EM•1® favorece a germinação de sementes e o crescimento de rebrotes, entre outros.

Modo de Usar e Considerações

1.    Sementeiras

•    Selecionar o material vegetal a ser propagado (sementes, estacas, rizomas, etc.).
•    Lavar o material vegetal e secá-lo à sombra.
•    Preparar num recipiente limpo uma solução de água e EM•1®-Ativado a 2%, por exemplo, 0.5 L de EM•1®-Ativado em 25 L de água.
•    Submerja o material vegetal na solução e deixe-o pelo tempo correspondente segundo seu tamanho. Não exponha o material à luz solar direta.
Sementes Grandes: 1 hora
Sementes Médias: 30 minutos
Sementes Pequenas: 20 minutos
Estacas, rizomas, etc.: 30 minutos

•    Retire o material da solução e seque á sombra durante 30 minutos.
•    Plante e regue com abundante água.

2.    Plantio direto

•    Preparar num recipiente limpo uma solução de água e EM•1®-Ativado a 2%, por exemplo, 0.5L de  EM•1®-Ativado em 25 L de água.
•    Aplicar a solução sobre as sementes antes de plantá-las.

3.    Trasplante

•    Preparar num recipiente limpo uma solução de água e EM•1®-Ativado ao 2%, ou seja, 0.5 L de EM•1®-Ativado em 25 L de água.
•    Transplante com substrato: Regar a solução sobre as plântulas nas bandejas uns 2 a 3 dias antes do plantio.
•    Transplante com raiz nua: No momento de plantar as plântulas submerja-as na solução por uns 30 minutos e depois as plante.

Benefícios

•    Aumento da velocidade e percentagem de germinação das sementes, por seu efeito hormonal, similar ao efeito do ácido giberélico.
•    Aumento do vigor e crescimento do talo e raízes, desde a germinação até a emergência das plântulas, por seu efeito similar ás rizobacterias as quais são promotoras do crescimento vegetal.
•    Incremento das probabilidades de sobrevivência das plântulas devido ao vigor das mesmas.

20180105_134450

SANIDADE DAS PLANTAS E DA PRODUÇÃO

Para realizar o saneamento das plantas e da produção é necessário realizar um processo de ativação diferenciada, que consiste na adição de produtos naturais como melaço de cana, vinagre de álcool ou frutas, e álcool a 40%. O procedimento para ativação é idêntico à ativação padrão do EM•1®-Ativado, e não requer de maiores cuidados. O resultado deste processo é o EM•5.

Como fazer EM•5?

•    Preparar uma solução com os seguintes ingredientes e quantidades:

Água limpa e sem cloro…. 650mL (60%)
Melaço de cana………………. 100mL (10%)
Vinagre de frutas…………… 100mL (10%)
Etanol ………………………………. 50mL (10%)
EM•1®……………………………. 100mL (10%)

•    Dissolver o melaço de cana na água num recipiente plástico, que permita o fechamento hermético.
•    Agregar o vinagre, o álcool e o EM•1®.
•    Agitar muito bem até formar uma solução homogenia.
•    Feche bem o recipiente para evitar a entrada de ar.
•    Mantenha o recipiente em local cálido a quente (25 a 40ºC) durante um período entre 4 a 7 dias para fermentação.
•    Durante a fermentação, já a partir do 2º dia, há a produção de gás e é preciso eliminar o excesso abrindo o recipiente apenas o suficiente para extrair o gás. Realize a extração do gás quando necessário.
•    O produto está pronto para usar a partir do 4 ao 7º dia, quando o pH da solução estiver abaixo de 4,0, ou quando apresentar um cheiro agridoce agradável, lembrando um licor, e houver a mudança de cor de marrom-escuro para marrom-alaranjado.
•    O produto deverá ser utilizado no máximo 35 dias após a ativação.

NOTA: se o cheiro da solução lembrar putrefação e não for agridoce e agradável, ou o pH não estiver abaixo de 4,0, então houve contaminação e a solução deverá ser descartada.
•    Armazene a solução sempre bem tampada, em local fresco, arejado e fora do alcance de crianças e animais domésticos.
•    ATENÇÃO: Para a ativação, não use embalagens que possam ser confundidas com bebidas.

Modo de usar e considerações

•    Preparar uma solução de 0.1 L – 1 L para 10 L de água.
•    Pulverizar depois da germinação, ou antes que as pragas e doenças comecem a afetar a plantação.
•    De preferência, aplique durante as manhãs ou depois das chuvas.
•    Aplique regularmente.
•    Uma vez que o EM•5 NÃO é um pesticida, nem germicida, e muito menos um agrotóxico, os métodos de aplicação e os resultados obtidos são diferentes dos agrotóxicos. Os agrotóxicos são usados para resolver um problema rapidamente e são aplicados em intervalos específicos. O EM•5, por outro lado, deverá ser aplicado regularmente logo após a germinação ou rebrotação, e antes que qualquer doença ou praga comece a infestar a plantação. Se isso não é feito, e as pragas e doenças aparecem ou já estão na plantação, o EM•5 deverá ser aplicado diariamente até que os problemas desapareçam.
•    Para o tratamento de sementes e estacas, submerja as mesmas nesta solução por 30 minutos e deixe secar à sombra.

Benefícios

•    Ajuda a acelerar o processo de germinação das sementes.
•    Aumenta a resistência natural das plantas contra pragas e doenças.
•    Ajuda a diminuir a incidência de nematóides e doenças nas raízes.
•    É de baixo custo.
•    É um produto natural, e totalmente seguro à saúde humana, animal e ao meio ambiente.

MANEJO DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

Os resíduos provenientes da colheita ou dos processos de transformação industrial (azeites, farinhas, cascas, frutas, folhas, galhos, etc.) podem ser transformados em um fértil composto (Bokashi) em um curto espaço de tempo (2 a 3 semanas). A palavra “Bokashi” é de origem japonês e significa matéria orgânica fermentada.

Modo de usar e considerações

•    1 L de EM•1®-Ativado por cada 1m³ ou tonelada de material (total da mistura dos resíduos).
•    Geralmente 18 L de água são suficiente para pulverizar 1m³ de material a ser fermentado. Apenas dilua 1 L de EM•1®-Ativado em 18 L de água.
•    Se possível, agregar à mistura, cal virgem ou gesso, na proporção de 10Kg por m³, para ajudar na retenção do nitrogênio.
•    Esterco bovino, caprino, avícola e suíno pode ser agregado, desde que não ultrapasse 40% do total da mistura de resíduos.
•    Se as partículas dos resíduos são muito grandes, triture o material. Isso acelerará o processo de fermentação.
•    Enquanto mistura o material, pulverize o EM•1®-Ativado sobre todo o material para que possa entrar em contato com todas as partículas.
•    Pulverize apenas uma vez.
•    Forme pilas de 1,5m de altura por 3m de largura, para facilitar o manuseio do material.
•    Para uma melhor fermentação, mantenha uma umidade de 40% (40% de umidade é quando ao pressionar o material com a mão, não escorrerá água entre os dedos), e se possível cubra o material com uma lona plástica.
•    Se possível, realize o controle de temperatura, evitando que a mesma ultrapasse 60ºC. Se a temperatura ultrapassar este limite, realize novamente a mistura do material para baixar a temperatura.
•    Em 2 a 3 semanas, o adubo estará pronto para ser utilizado.
•    Aplique o adubo diretamente no campo na dosagem de 1kg por m².

Benefícios

•    Acelera o processo de fermentação dos resíduos orgânicos, apenas 2 a 3 semanas.
•    Aumenta a disponibilidade dos nutrientes contidos nos resíduos orgânicos, principalmente Nitrogênio e Fósforo.
•    Enriquece o composto com microorganismos benéficos.
•    Reduz o custo de transporte dos resíduos para o campo, pois diminui o volume.
•    O processo é inodoro e sem presença de insetos.
•    Otimiza o espaço físico necessário para elaboração de adubos orgânicos, e conseqüentemente diminui o uso de maquinarias e reduz os custos de infraestrutura para o aproveitamento dos resíduos.

Emagritec Sul

A Bioconsult Agro agora é Emagritec Sul!!

SUL (1)

 

Esta mudança traz novas visões do futuro para a empresa e seus clientes, um novo conceito em prestação de serviços.

 

Tratamento em caixa de gordura em Londrina.

A Tecnologia EM™ é usada também para a limpeza e desentupimento de caixas de gorduras e fossas sépticas.

No dia 25/02/19 iniciamos mais um trabalho na cidade de Londrina.

Serão 6 meses de tratamento em 12 caixas de gordura e 2 meses de tratamento nos 10 mictórios.

A empresa relatou problemas de entupimentos nos mictórios e deseja testar o uso do EM1® na limpeza das caixas de gordura.

Para mais informações do uso da Tecnologia EM™ em fossas e caixas de gordura entre em contato com a empresa.

Emagritec Sul

(43) 98801-9001

Nenhum antibiótico para a galinha ou ovos

ebce30bb8be6dbaf2c002d3eb1555e69

 “Fomos salvos pelo EM”, diz Miyagi, que administra uma fazenda avícola na cidade de Nanjo, em Okinawa. Nos primeiros anos, ele usou antibiótico para a gestão de saúde do frango. No entanto, resultou no aumento dos órgãos internos das galinhas. Ele experimentou a limitação do antibiótico e começou a usar EM. Um ambiente melhor com a ajuda de microorganismos tornou as galinhas mais saudáveis!

 

Agora as galinhas são criadas em um ambiente livre de estresse, livres de todos os aditivos químicos. Eles bebem água de nascente natural de uma montanha atrás da fazenda e comem milho, artemísia japonesa em pó (yomogi) e algas misturadas com EM Bokashi.

Os ovos são ricos em nutrientes e a maionese usando esses deliciosos ovos está se tornando popular. Normalmente, as galinhas que pararam de pôr ovos não serão boas para a carne. No entanto, a qualidade da carne das galinhas da fazenda Miyagi é muito boa, especialmente quando usada na sopa e vendida em restaurantes na cidade de Naha, a capital de Okinawa.

Plantação de pimenta no Novo México

detalhe+pimenta+malagueta_000guve1bnf02wx7ha0g934vg1w7mv8c

EM•1® aumenta o rendimento de pimenta no Novo México.

Grandes fazendas de pimentas convencionais testando o EM • 1® como parte de seu programa de fertilizantes.

Uma empresa de fertilizantes no Novo México decidiu incorporar o EM ・ 1 em seu programa de fertilizantes. Novo México é conhecido por chili peppers. A maioria das fazendas na área usa irrigação por inundação, no entanto, um agricultor que mudou de irrigação por inundação para irrigação por gotejamento viu que a produção aumentou de 12 toneladas por acre para 18. 
Depois eles começaram a aplicar o EM ・ 1® ativado e incluiu um convencional programa de nutrientes usando fertilizantes de alta acidez, o rendimento da colheita para a primeira colheita foi superior a 25 toneladas. Os números ainda não estão para toda a colheita. Havia outras três fazendas de tamanho semelhante na área que tiveram resultados semelhantes.

Uso de EM pode maximizar o potencial das culturas

Mesmo com algumas temporadas com clima difícil para o Chili Peppers, a colheita ainda chegou e ficou ótima. Em outra fazenda que também começou a aplicar o EM • 1® Ativado, com o passar do tempo, houve um crescimento vigoroso com as plantas enviando múltiplas laterais e folhas muito grandes. A cor e a condição das folhas eram perfeitas. 
Eles adicionaram uma solução nutritiva e o EM • 1 ativado na irrigação. AEM também foi misturado no spray semanal foliar. Outubro é o final da época de colheita, mas alguns campos em sua fazenda ainda tiveram uma terceira colheita, o que não é usual. Um deles foi escolhido por 7 dias seguidos na segunda coleta. A colheita continuou até a geada. Os agricultores estão muito felizes com os resultados.

Vegetais mais resistentes a doenças na África do Sul.

Crescendo na África do Sul

A ZZ2 é o maior produtor de tomate na África do Sul, mas também produz quantidades apreciáveis ​​de cebolas, abacates, maçãs e peras para os mercados de exportação locais e mundiais.  
Possui 22.000 hectares de área de conservação da natureza. 
A ZZ2 tem usado EM em suas atividades de produção eco-agrícola desde 2002. 

Produção aproximada (em toneladas por ano): 
・ 200.000-220.000 T / Y tomates 
・ 30.000 T / Y abacates
・ 9.200 T / Y cebolas
・ 12.000 T / Y maçãs e pera

 

Produção de frutas tratadas com EM®

A cultura de composto e cobertura morta sem nitrogênio inorgânico resultou em aumento de 30% no teor de cálcio dos frutos. 

A ZZ2 reduziu quase 100% da fumigação química após a aplicação da Tecnologia EM, além de obter economias consideráveis. Além disso, as doenças das plantas foram controladas e as raízes tiveram um melhor desenvolvimento.

Eles também fazem aproximadamente 1.500.000 L / ano do que eles chamavam de “chá de compostagem” feito de estrume de vaca, ácidos húmicos, algas e outros ingredientes. 

Além disso, eles também produzem FPE (Fermented Plant Extract) feito de alho, limão e outros ingredientes fermentados com EM para evitar plantas de insetos nocivos.

 

Fonte: https://emrojapan.com

Uso do EM® na soja!

3_s-696x263

Aplicação de EM na fazenda de soja.

Em uma fazenda de soja a aplicação do EM® é feita da seguinte forma.

Aplicação no plantio da soja:

40L de EM®1 Ativado / ha (pode ser aplicado em combinação com o herbicida glifosato)

Aplicação na inoculação de sementes:

Substituir a água de inoculação por EM®1 Ativado 3L / 1000kg de sementes.

Aplicação foliar:

Emergencia, florada e enchimento de grãos 2-5L / ha de EM®1 Ativado

Para a utilização do EM®5 

EM®1 Ativado + álcool + vinagre de maçã + melaço de cana de 2-5L / ha

 

soja

Efeitos da aplicação de EM

•    Promove a formação de agregado no solo e aumenta a resistência contra compactação.
•    Estimula o crescimento das raízes, melhorando a capacidade de absorção de água e nutrientes.
•    Aumenta a viabilidade e disponibilidade dos nutrientes do solo e das fertilizações.
•    Melhora a qualidade da produção: tamanho, cor e resistência.
•    Ajuda a melhorar a estrutura do solo e porosidade.
•    Maximiza a conversão de matéria orgânica em húmus.
•    Aumenta a produção natural de húmus e favorece a produção de substâncias orgânicas benéficas promotoras de crescimento, melhorando a nutrição das plantas pela solubilização do fósforo e potássio.
•    Aumenta a população de microorganismos benéficos do solo, ajudando a suprimir os microorganismos que causam doenças, ajudando ainda a reduzir os nematóides. Conseqüentemente diminui o uso de fungicidas e nematicidas.

Cavalos e o uso da Tecnologia EM™

Cavalos: Ajuda para pele  com EM1®

O pelo brilhante e a pele macia dependem de muitos fatores internos e externos do cavalo. No entanto, os problemas de pele são geralmente considerados isolados. Tentativas para melhorar a aparência da pele são então limitadas a medidas externas. Quando a coceira, a estrutura da pele fica enfraquecida e os pelos ficam frágeis e quebradiços se torna atormentador para o animal, é hora de achar a raiz do problema.

A causa de problemas de pele no cavalo

Decisivo para a ocorrência de problemas cutâneos com comichão é, na maioria dos casos, uma perturbação do equilíbrio microbiano na superfície da pele. Essa perturbação do equilíbrio pode ser causada por fatores internos e externos.

Causas internas incluem uma desintoxicação aumentada através da pele. O que o corpo quer se livrar leva a uma mudança na composição de microorganismos na pele, que naturalmente manteria as bactérias indesejáveis ​​longe e, de outra forma, forneceria processos estáveis ​​e discretos.
O fato de o corpo desintoxicar muitas dessas substâncias indesejáveis ​​através da pele é um sinal de que o fígado e os rins já estão ocupados. A desintoxicação aumentada através da pele pode ser, por exemplo

  • uma composição defeituosa da ração (excesso de oferta, vitaminas e oligoelementos sintéticos, sabores, conservantes, desnutrição, etc.) ou
  • Desenvolver durante ou após a administração de medicamentos, porque seus produtos de degradação devem ser desintoxicados.

Uma forma mista de influências internas e externas para problemas de pele é, sem dúvida, o eczema de verão. Os equinos afetados são alérgicos (influência interna) na saliva da mosca negra (influência externa). A coceira relacionada à alergia se desenvolve nos pontos de contato. Se a pele for danificada por mordida, existem portais de entrada secundária para germes indesejados.

Os fatores puramente externos para problemas de pele incluem uma carga constante de altos níveis de amônia no ar estável, o uso de xampus com silicones ou produtos de cuidado de pele sintéticos que interferem com o meio ambiente sobre a pele sensível.

O que acontece quando o meio da pele muda?

Se a composição dos microrganismos na pele muda, o pH é frequentemente a causa. Os microorganismos são muito sensíveis às suas condições de vida. Mesmo em turnos baixos, outros microrganismos de repente têm uma vantagem de multiplicação. Acontece que os germes, fungos e também parasitas podem se espalhar na superfície da pele.

Staphylococcus aureus é uma bactéria que está entre os habitantes da pele inofensiva, desde que o ambiente da pele esteja intacto. Se encontrar condições ideais de vida e se espalha, pode levar a alterações inflamatórias na pele e causar coceira intensa.

Menor susceptibilidade a problemas de pele no cavalo

Todo dono de cavalo tem diferentes possibilidades para criar as condições para uma boa saúde da pele. Mesmo que nem todos sejam ao mesmo tempo, mesmo medidas e melhorias individuais podem influenciar a aparência da pele. Entre os estados desejáveis ​​incluem:

  • um suprimento ótimo de nutrientes naturais, ingredientes ativos e energia adaptada à raça, desempenho e idade
  • um intestino saudável que impede que um sistema imunológico poderoso cause reações alérgicas e até mesmo o desenvolvimento de alergias
  • uma atitude apropriada para as espécies
  • um manto ácido intacto da pele

A seguir, também discutimos as possibilidades de suporte significativo nas áreas mencionadas com a ajuda do EM1® .

Alimentação.

O cavalo deve receber alimentos naturais e não processados, tanto quanto possível . A sua necessidade de minerais, vitaminas e oligoelementos pode, por exemplo, ser coberta por misturas de ervas de alta qualidade sem aditivos adicionais ou terras minerais.

O uso do EM•1® na alimentação e na água fornecida visa incrementar a digestibilidade e a assimilação de nutrientes, isso porque os microorganismos como Lactobacillus e Saccharomyces têm sido usados com muito sucesso como probióticos na alimentação animal.

Alem disso, ao fazer mais eficiente o processo digestivo e ruminal, o EM•1® ajuda a reduzir a produção de gases intestinais nocivos (metano), e conseqüentemente, os animais se alimentam mais e melhor.

O EM•1® pode-se usar de duas maneiras na alimentação: pela fermentação direta de algum componente alimentício (Bokashi) ou pela aspersão direta sobre o concentrado ou ração.

A saúde intestinal determina muitos problemas de pele

O intestino tem uma importante função de filtragem no corpo. Ele decide quais substâncias entram no corpo e quais são excretadas. aproximadamente 80% do sistema imunológico do corpo está localizado aqui.
Para o trabalho sem problemas do intestino, é necessária uma certa mistura de muitos milhares de microrganismos, responsáveis ​​pelos processos de desmantelamento, conversão e construção. Este processo pode ser perturbado, por exemplo, por erros na alimentação (quantidade, sequência, seleção), substâncias estragadas ou tóxicas, muito pouco exercício e estresse mental ou físico.

Melhorar as condições de criação com EM•1®

Cavalos estão sempre expostos a uma alta pressão sobre germes patogênicos, porque

  • eles constantemente entram em contato com suas próprias excreções e
  • o habitat é relativamente pequeno.

Em termos de pele, trata-se basicamente de menos mudanças estruturais para melhorar a saúde da pele. Embora também mudanças estruturais tragam alívio.

O uso regular do EM•1® reduz o número de germes degradantes, em decomposição e patogênicos ao redor do cavalo. Como o decaimento é evitado, a amônia dificilmente é produzida e a pressão do parasita também pode ser reduzida. Moscas que depositam seus ovos em matéria orgânica em decomposição são reduzidas significativamente.

Proteja os microorganismos na pele

A pele serve como um órgão protetor, sensorial e regulador. Ele desempenha funções importantes na regulação da temperatura do corpo, o equilíbrio da água e do electrólito em proteína, gordura e o metabolismo de hidratos de carbono, na absorção de oxigênio, a libertação de dióxido de carbono e ajuda o fígado e os rins na excreção dos produtos de degradação do corpo.

A pele é composta de várias camadas. Para nós, visíveis e expostos a influências ambientais diretas, a camada exterior da pele, a chamada epiderme.
Em seus interstícios vivem uma variedade de microorganismos benéficos. Em conjunto com uma película protetora fina é formado pelas glândulas sebáceas e células da pele, e consiste, ácidos gordos, sais inorgânicos, proteínas e imunoglobulinas, os microorganismos são o manto ácido natural da pele .
Influências externas são afetadas na pele do cavalo por uma pequena variação, e uma pluralidade de microorganismos negativos que perturbem o ambiente da pele e pode danificar a pele (ver também apontam para as condições de alojamento).

A Tecnologia EM™ são,vários microorganismos que suportam a preservação e reconstrução do manto ácido natural da pele com o uso regular, porque eles diminuem os microorganismos negativos.

Conclusão

O uso da Tecnologia EM™ para cavalos podem ser usadas na alimentação, higiene, limpeza de instalações e controle de maus odores e controle de pragas para resolver concomitantemente as causas dos problemas de pele.

 

Uso do EM® no Método Hidropônico para Vegetais

EM® é aplicado para cultivar vegetais como alface pelo método hidropônico.
Primeiro de tudo, o sistema hidropônico é desinfetado antes de realizar a primeira aplicação EM®.
Eles não usam fungicida nem cloro na solução nutritiva.

É importante fazer um bom EM-1® ativado para solubilizar e potencializar a parte mineral do sistema.

Aplicação EM®

3e672e8e2bc05213c27246869d396af8

Em locais muito frios e escuros, é necessário adicionar matéria orgânica .

Então, ative o EM-1® adicionando 5g / L de farinha de peixe

Para verduras:
(alface, coentro, etc.)
Aplique 1L de EM-1® ativado / 2000 L de solução nutritiva / semana

Para legumes:
(pepino, tomate, etc.)
Aplicar 1 L de EM-1® ativado / 1000 L de solução nutritiva / semana

Para controlar a doença:
Spray EM-5 diluído em 2% a cada 15 dias

OBS: PARA FAZER USO DA TECNOLOGIA EM1® ATIVADA, CONSULTE NOSSOS REPRESENTANTES E REVENDAS AUTORIZADAS.

DISTRIBUIDOR PARA O PARANÁ “EMAGRITEC SUL” EM LONDRINA 43.3326.3614 OU PELO WHATTS 43.98809.8958 .

 

Redução de custos pendentes no tratamento de águas residuais em Belize

GESTÃO DE NEGÓCIOS

d5b3c01c97812676ce5ba222b3ad0fb1 (1)

A Belize Sugar Industries Ltd. (BSI) produz açúcar na cidade de Orange Walk, Belize desde 1967. 
Como processam aproximadamente 1,3 milhão de toneladas de cana-de-açúcar por ano, eles buscam uma solução sustentável para o gerenciamento de suas águas residuais. 
Além disso, eles queriam reduzir custos, já que estavam aplicando um sistema de aeração que consumia grandes quantidades de eletricidade.

EM APLICAÇÃO

614b50a73b6f16f37b3bcee3409fc4a2 (1)

Tanques de hold EM

O EM ・ 1 (AEM) ativado é preparado no local para ser usado dentro da água residual proveniente da usina de processamento de açúcar. 
Eles ativam EM ・ 1 e aplicam uma vez por semana.

PROBLEMAS

5a34b3f1ff3e79bc1bce81b8c1c02f78 (1)

Eles tiveram problemas com os maus odores causados ​​por sulfeto de hidrogênio e gases de amônia dentro das lagoas de tratamento de águas residuais, bem como problemas de poluição que matam peixes e a vida aquática em rios próximos. 
Eles também enfrentaram problemas no controle de DQO e DBO em efluentes.

RESULTADOS

4a492ee3c62faf058ae52f0625f87878 (1)

Lagoa 1 (entrada) após cinco meses de aplicação do EM

Após a aplicação da EM Technology por um ano, os resultados são bem-sucedidos: 

1. Controle completo de odores 
2. Redução acentuada  na população de moscas domésticas 
3. Eliminação completa das bombas de ar e, consequentemente, eliminação dos custos de manutenção 
4. Redução significativa do custo da mão-de-obra associada à gestão de tanques 
5 Aumentar a população aviária em torno da área da lagoa de tratamento 
6. Reduzir o tempo em operações de tratamento de trabalho 
7. COD, DBO, lodo e outros parâmetros físicos e químicos melhorados em efluentes de águas residuais

Tabela comparativa de custos de gestão (Belize $)

Redução de 50% após a aplicação EM

cost reduction graph (1)

Fonte: http://www.emrojapan.com

Em Montenegro as autoridades locais estão convencidas com o efeito de EM

 

No início de 2017, o Sr. Boris Jabučanin da EMCG doo conversou com os representantes do Município de Ulcinj, Montenegro, sobre a solução de um grande problema ambiental – no canal Port Milen, com EM. 

EM não é amplamente conhecido em Montenegro, assim, eles decidiram realizar um projeto piloto para apresentar o que EM pode trazer para a comunidade local e para todo o país. 
Eles jogaram 150 muds EM e aplicaram 20L de EM em um espaço de aproximadamente 200m 2 em Port Milen.

Representantes do Município de Ulcinj, bem como ONGs locais e um grande número de cidadãos participaram deste evento em 11 de março de 2017.

Depois de três semanas, o lodo que cobria o fundo do canal flutuou até a superfície, e a água na área tratada ficou clara. 

Este evento teve um grande eco no público montenegrino e atraiu a atenção da mídia. O evento foi apresentado por um jornal local, Pobjeda, em 12 de março de 2017 e essa notícia fez uma página inteira. 

O EMCG doo cooperará com as ONGs locais e continuará planejando organizar numerosas apresentações e eventos para melhorar o ambiente.

Direitos de Autor: TV Vijesti                                                            Fonte: http://www.emrojapan.com

Tecnologia EM™ no Meio Ambiente

Na Sociedade atual, a geração de grandes quantidades de resíduos sólidos assim como a contaminação ambiental, são quase inevitáveis. O grande problema entretanto, está em como manejar a situação e quanto este manejo custa à sociedade e ao meio ambiente, e quanto custará às futuras sociedades.

Felizmente, desde o descobrimento da Tecnologia EM™, muitos projetos ao redor do mundo tem se beneficiado de resultados significativos no saneamento ambiental. A Tecnologia EM™ é sumamente econômica e natural, segura, fácil de usar, de alta qualidade, e produz resultados surpreendentes no controle de maus odores, no tratamento natural do chorume, na redução da produção de gases nocivos, e principalmente na descontaminação de solos e corpos de água. A Tecnologia EM™ não só é capaz de amenizar os impactos no manejo de problemas ambientais, mas também com a integração de certos manejos, pode representar uma alternativa para a geração de renda, como por exemplo, a produção de biogás, composto orgânico e biofertilizantes.

RECUPERAÇÃO DE SOLOS DEGRADADOS

O EM•1® poderá ser usado para restaurar as condições físico-químicas e microbiológicas do solo.

Modo de usar e considerações

•    100 a 200L por ha, realizando de 4 a 8 aplicações anuais.

Para um melhor e rápido resultado, pode-se realizar o seguinte esquema de
aplicações e dosagens:

•    1º ano – 200 L por ha, realizando 8 aplicações por ano
•    2º ano – 150 L por ha, realizando 6 aplicações por ano
•    3º ano em diante – 100 L por ha realizando 4 aplicações por ano.
* Aliado às aplicações de EM•1®-Ativado, deverá ser incorporado ao solo pelo menos 5 toneladas de matéria orgânica por Hectare, como por exemplo, estercos, camas de frango, restos de colheitas, matéria verde de podas, etc.

DESCONTAMINAÇÃO DE SOLOS

Em alguns casos, o EM•1® poderá ser usado para a biorremediação de solos contaminados através da fixação, via quelatização, de metais pesados e resíduos de agrotóxicos.  Via compostagem, também poderá neutralizar resíduos de petróleo e outros óleos.

A metodologia e dosagem variam de acordo à fonte de contaminação. Por favor, entre em contato para obter maiores informações.

DESCONTAMINAÇÃO DE RIOS, LAGOS E LAGOAS

Hoje é evidente, a água é um bem muito precioso. Devido às adversidades, e muitas vezes pela própria ação do homem, muitos corpos de água se encontram contaminados ou eutrofizados. Esta contaminação se apresenta de diversas formas, entretanto, a alta concentração de matéria orgânica e coliformes, e a principal delas.

Felizmente, o EM•1® pode reverter estas situações de maneira natural e barata. Os microorganismos eficazes, através de um processo de fermentação benéfico, acelera a decomposição natural dos compostos orgânicos, produzindo substâncias bioativas e suprimindo os microorganismos patógenos que promovem a putrefação e a produção de gases nocivos que contaminam a água e produz maus odores. Assim, com a aplicação de EM•1® é possível restaurar o equilíbrio natural do sistema aquático, trazendo consigo, efeitos benéficos e sustentáveis.

Modo de usar e considerações

•    Usa-se 1 L de EM•1®-Ativado para cada 1.000 L de água a ser tratada.
•    Depois da aplicação, é necessário esperar pelo menos de 1 a 6 meses para avaliar os resultados. Não havendo resultados significativos, deverá ser repetida a aplicação, e novamente, esperar outro mês.
•    Uma vez se alcance os resultados esperados, há a necessidade de dar manutenção ao sistema, neste caso, realizar-se-ão aplicações mensais de 1 L de EM•1®-Ativado para cada 10.000 L de água.
O método de aplicação, assim como as dosagens, pode variar de acordo com as condições do sistema (água corrente ou parada), local, e principalmente dos custos. Sendo assim, consulte-nos para uma assistência personalizada.
O conceito é que, quanto mais microorganismos eficazes™ haver no sistema, mais eficiente e rápido será o processo de purificação e restauração.

ATERROS SANITÁRIOS

Pulverizando o EM™ diariamente sobre os resíduos antes do processo de aterramento e compactação, pode-se diminuir a poeira, controlar os odores e aumentar o índice de compactação.

Modo de usar e considerações

Deve-se preparar uma solução de 5% de EM•1®-Ativado, e pulverizar diariamente sobre todos os resíduos. Para grandes aterros sanitários, o uso de caminhão pipa é fundamental para realizar as aplicações. Sendo assim, é simples, suponha que com um caminhão pipa de 10.000 L se possa pulverizar toda a área do aterro sanitário. Neste caso, apenas dilua 500 L de EM•1-Ativado no tanque do caminhão e complete com água e pulverize. É recomendável que as pulverizações sejam feitas nas primeiras horas da manhã.
Use esta mesma dosagem para efetuar a limpeza das ferramentas e máquinas, e principalmente para a lavagem dos caminhões de coleta.

Benefícios

•    Eliminação do mau cheiro ao entrar em contato com os resíduos, pois diminui a produção do hidrogênio sulfídrico (H2S) e metano.
•    Ajuda a controlar a poeira.
•    Promove sua acelerada decomposição natural (4 a 6 semanas) de lãs matérias orgânicas, aumentando assim o índice de compactação e tratando naturalmente o chorume.